logo

DPOC.PT

Nós nas redes sociais...
Oxigénio na exacerbação
Oxigénio na exacerbação
Top

Numa exacerbação da DPOC em que o doente apresente hipoxémia que motive a necessidade de oxigenoterapia, o objetivo é manter PaO2 > 60 mmHg ou saturação de oxigénio acima de 90%, para prevenir a hipóxia tecidular e preservar a oxigenação celular. Tendo em conta a curva de dissociação da hemoglobina, aumentar muito o valor pretendido de PaO2 confere pouco beneficio adicional e pode até aumentar o risco de depressão respiratória e retenção de dióxido de carbono.

gasometria

Nestes doentes, a gasometría é essencial. Após cerca de 20-30 minutos do doente ter começado a fazer oxigénio, deve ser realizada uma gasometría, vigiando-se a PaO2, PaCO2 e o pH:

  • A PaO2 deve estar à volta de 60 mmhg ou a saturação acima de 90%.
  • Se existir retenção de CO2 mas sem acidose, pode estar relacionado com uma situação crónica. Tentar saber os valores anteriores deste exame, obtidos durante período de estabilidade clinica do doente.
  • Em caso de acidémia, ponderar Venturi Mask ou VNI/VMI.
exacerbação DPOC

Esquema O2 na Urgência – Protocolo de Oxigenoterapia Serviço Pneumologia – HUC. (Catarino A; Matos MJ) – Reproduzido com autorização.

.

Métodos de oxigenoterapia mais usados em contexto Urgência

.

 Cânula Nasal – FiO2 24-40% (como se calcula: FiO2 = 205 + (4 x oxygen litre flow))

  • 1-5 L/min

 

Máscara Venturi

Esta máscara mistura o oxigénio puro com oxigénio do ar ambiente. A FiO2 que fornece é fidedigna.

FiO2 possíveis: 24%; 28%; 31%; 35%; 40%.

venturi

 

Máscara non-rebreathing

Deve ser utilizada se necessário FiO2 >40%. Ter atenção ao risco da retenção de CO2.

 

OptiflowHigh Flow Nasal Oxygen Therapy

Oxigénio com débito de 10-40L/min, aquecido a temperatura próxima da temperatura ambiente, tornando-se assim tolerável pelo doente.

 

Após a alta:

Alguns doentes que recorrem ao SU podem ter alta com oxigénio, normalmente de curta duração. Após cerca de 30-90 dias, o doente pode já estar completamente restabelecido da sua exacerbação e não precisar mais de O2.

O doente deve então ser revaliado com gasometria, ponderando-se eventual suspensão ou continuação desta terapêutica, sendo o tipo de prescrição alterado para Oxigenoterapia de Longa Duração.

%d bloggers like this: