Anti-Inflamatórios

O uso de esteróides na DPOC

Os esteróides, também conhecidos como corticosteróides, são um grupo de medicamentos que combatem a inflamação. O seu papel na DPOC consiste em atenuar a resposta inflamatória das via aérea durante as agudizações da doença. Como já deve ter lido no DPOC.PT, reconhece-se cada vez mais o papel da inflamação no desenvolvimento da DPOC.

Apesar de este nome (esteróides) ser muitas vezes associado a doping, os fármacos que se utilizam no combate das exacerbações da DPOC não são iguais aos esteróides anabolizantes usados para desenvolver os músculos. Não se preocupe!

Os esteróides na DPOC são geralmente administrados através de um inalador ou por via oral. O esteróide inalado pode ser combinado com um broncodilatador e fornecido em pequenas doses. O objetivo é provocar o menor número de efeitos adversos possível.

Deve ter em atenção que os resultados podem não ser imediatos. Por vezes são necessários vários dias para que se observem melhorias assinaláveis. Os esteróides orais ou endovenosos podem agir mais rapidamente do que os inalados (por vezes bastam 24 horas), apesar da maior probabilidade de efeitos colaterais indesejáveis.

Efeitos Adversos

Os efeitos adversos dependem da dose, do tempo total e se o medicamento vai ser tomado na forma oral ou inalada. Nos esteróides inalados os mais comuns são as aftas na boca e língua, a voz rouca e um maior risco de infecções na garganta e boca. Estes efeitos secundários podem ser evitados ou reduzidos se lavar a boca após cada inalação. Alguns estudos revelaram que poderá também existir um risco maior de pneumonia.

Pode ser necessário que o doente tome esteróides em comprimidos numa dose elevada ou que ele precisar de doses baixas durante várias semanas. Nestes caso é necessário que o doente esteja atento a alguns sintomas e sinais.

Podem aparecer alterações na cor e na elasticidade da pele, aumento do peso, perda de massa óssea (osteoporose) ou maior risco de desenvolvimento de cataratas a nível ocular. Refere-se ainda o aumento do açúcar no sangue (risco de hiperglicémia, nomeadamente em diabéticos), alterações de humor, fraqueza muscular ou edemas dos tornozelos e pés.

Independentemente destes problemas, caso o seu médico recomende que tome este grupo de medicamentos não fique melindrado. Recusar ou não cumprir com esta prescrição esteróides pode agravar ainda mais a exacerbação da doença respiratória. Os benefícios são bastante superiores aos seus riscos!

Discuta com o seu médico quaisquer preocupações que tenha sobre os esteróides, de modo a que o tratamento seja eficaz.