Precisa de fazer alguma preparação?

Uma das perguntas mais frequentes nas pessoas a quem pedimos para realizar uma espirometria pela primeira vez é se é necessária alguma preparação especifica para o exame.

De um modo geral, e apenas para que os valores sejam os mais verídicos possíveis, solicita-se normalmente a suspensão de alguma medicação, principalmente a que esteja relacionada com a patologia respiratória, nas horas que antecedem o exame, para não influenciarem os resultados:

  • Evite beber café, chá ou chocolate nas horas anteriores ao exame.
  • Se ainda fuma, evite o cigarro no dia do exame.
  • Não fazer exercício intenso até 2 horas antes do exame.
  • Não venha em jejum – tome o pequeno-almoço, mas sem exagero. 

Existem contra-indicações?

Ainda que seja muito raro, por vezes uma pessoa não tem condições para poder realizar este exame, apesar de ser um teste não invasivo e simples. Mas a verdade é que em certas situações não se aconselha a realização deste teste, sejam elas de origem respiratória ou não.

Não deve fazer o exame caso se encontre constipado ou com gripe. No caso de uma infeção respiratória, tal como uma pneumonia, só poderá fazer o exame pelo menos uma semana após terminar o antibiótico.

Existem outras situações que podem impedir a realização do exame, nomeadamente, uma história de enfarte do miocárdio recente, pessoa em pós-operatório, entre outras. Não nos devemos esquecer de que pessoas que tenham dificuldade de compreensão, deficiência mental ou que estejam bastante agitadas ou irritáveis poderão não conseguir realizar este exame, porque não vão conseguir colaborar com as indicações dadas pelo técnico.