logo

DPOC.PT

Nós nas redes sociais...
Influência das estações do ano e temperatura na DPOC
Influência das estações do ano e temperatura na DPOC
Top

DPOC e Metereologia

.

Apesar de que a sensibilidade de cada doente aos eventos meteorológicos é variável, os extremos da temperatura (muito calor ou muito frio) são os períodos que podem causar mais desconforto a doentes com DPOC, podendo provocar exacerbações. No entanto, não existe nenhuma época melhor que outra, pois todas têm riscos potenciais para a saúde dos doentes.

.

Temperaturas mais altas e DPOC

Com o aumento da humidade do ar, o ar inspirado torna-se mais denso, aumentando a resistência ao fluxo aéreo nas vias respiratórias, tornando-se o ato de respirar mais difícil, causando a sensação de falta de ar.

O ar quente pode também provocar contração das vias aéreas , provocando , possivelmente, broncospasmo e a sensação de pieira.

.

Temperaturas mais baixas e DPOC

Vários estudos demonstraram que temperaturas mais baixas resultaram em aumento das exacerbações e das hospitalizações devido a DPOC. Estes resultados são mais claros se se tratarem de períodos longos dessas baixas temperaturas (< 5 graus), em doentes idosos ou que não cumprem medicação.

Assim como nos meses de verão, a temperatura do ar também pode afetar os sintomas da DPOC no inverno. O ar frio e ventos fortes podem piorar os sintomas da DPOC , incluindo falta de ar, tosse e produção de muco / catarro.

A época gripal, que ocorre em períodos de frio (pois o frio facilita as infeções virais) pode ser muito perigosa para pacientes com DPOC, sendo uma causa importante de exacerbação.

.

Recomendações

.

CALOR E DPOC 

Evitar estar muito tempo em exposição ao sol. Deve manter-se em casa, de preferência com ar condicionado. Aconselhamos evitar as horas de maior risco, por isso, entre as 11h e as 15h da tarde evitar andar na rua.

Beber bastante agua, pois o calor provoca desidratação e perda de fluidos.

Nestes períodos, existe um aumento dos pólen no ar. Esteja atento.

Não deixar os inaladores muito tempo em contato com o sol, pois podem alterar as caraterísticas químicas do fármaco. Podem ficar inativas ou provocar efeitos adversos.

Em dias de bastante calor existe um aumento do nível do ozono. Estes níveis podem causar alguns sintomas respiratórios, tais como, tosse, irritação nariz ou garganta e mesmo exacerbação da DPOC.

.

FRIO E DPOC 

Deve evitar ficar muito tempo na rua, principalmente se com pouco agasalho. Deve proteger a cabeça e o pescoço. Se tem de se expor ao frio proteja a boca da entrada de ar, particularmente durante o exercício.

Como a gripe está associada a um aumento da exacerbação, não se esqueça de ter a vacina da gripe em dia.

%d bloggers like this: