logo

DPOC.PT

Nós nas redes sociais...
Nutrição
Nutrição
Top

A Nutrição é um tema fundamental em muitas doenças, tal como na DPOC. É através da alimentação que o organismo obtém o substrato (“o combustível”) que o corpo precisa para realizar todas as atividades, incluindo a respiração.  Durante o metabolismo, os nutrientes, o oxigénio, entre outros, são transformados em dióxido de carbono e energia, que será utilizada nas diversas atividades essenciais ao corpo humano.

A respiração como mecanismo no seu todo requer mais energia em indivíduos com doença pulmonar obstrutiva crónica. Os músculos respiratórios podem exigir 10 vezes mais calorias do que aqueles de uma pessoa sem DPOC – o consumo extra necessário pode chegar a 600-800 calorias/dia!

comidapulmao

Conforme já discutido noutra secção do DPOC.PT, os doentes com DPOC muitas vezes têm um peso abaixo do desejado e/ou menor força muscular. Isto deve-se, em grande parte, ao estado inflamatório típico da doença, que aumenta o catabolismo basal.

O risco de desnutrição, o que a American Dietetic Association (ADA) define como um IMC de menos de 20 quilogramas por metro quadrado, é uma preocupação comum entre os pacientes com DPOC que perdem uma quantidade excessiva de peso e FFM.

garfo

O objetivo do aconselhamento nutricional é o de garantir que se fornece energia adequada para minimizar o risco de perda de peso indesejado, evitar a perda de massa livre de gordura (FFM), prevenir a desnutrição e, indiretamente, melhorar a função pulmonar. A literatura atual mostra que a DPOC é uma doença que não afeta apenas os pulmões, mas também pode ter consequências sistémicas, bem como resultar em perda grave de peso e/ou menor força muscular. A perda de peso e a FFM podem afetar a respiração, reduzindo a força e a função dos músculos respiratórios e esqueléticos. Além disso, um baixo índice de massa corporal (IMC) está associado a um prognóstico menos favorável; portanto, os pacientes devem manter um balanço energético adequado, tendo em conta o aumento das suas necessidades calóricas.

human lung

Como parte de um plano terapêutico de sucesso na DPOC, uma avaliação e enquadramento nutricional devem ser efetuados. A terapia nutricional individualizada é muito importante no tratamento de pacientes com DPOC, mostrando-se fundamental na evolução do quadro e na melhoria da qualidade de vida.

De acordo com a American Thoracic Society, os critérios para iniciar a suplementação calórica são: um IMC de menos do que 20 kg por metro quadrado; perda involuntária de peso de mais de 10% durante os seis meses anteriores ou superior a 5% no mês anterior. Para aqueles pacientes que estão com peso a mais, a pressão adicional sobre os pulmões pode aumentar o esforço necessário para respirar, por isso, incentivar os doentes a perder peso com segurança é fundamental.

.

Cuidados para os doentes

  • Deve manter um peso corporal saudável: é importante o doente saber o seu peso ideal e quantas calorias deve ingerir por dia. Não é bom que esteja demasiado magro, mas também não é proveitoso que fique com sobrepeso: também o excesso de peso dificulta os movimentos respiratórios, para além de outras complicações sistémicas.
  • Incluir alimentos ricos em fibras – como legumes, frutas, ervilhas secas cozidas e feijão (leguminosas), alimentos de grãos integrais, cereais, massas, arroz e frutas frescas – na dieta. A fibra é a parte indigesta dos alimentos vegetais e ajudam a mover o alimento ao longo do trato digestivo, a controlar melhor os níveis de glicose no sangue e pode reduzir o nível de colesterol no sangue.

green-bean-corn-saladFK

  • Comer frutas e vegetais frescos.
  • Limitar o consumo de sal. O excesso de sódio pode causar a retenção de água, que pode interferir na respiração.
  • Limitar também o consumo de bebidas que contenham cafeína, que pode interferir na acção de alguns medicamentos.

  • Evitar comidas que produzem gases ou cause enfartamento.
  • Tentar comer a refeição mais composta logo de manhã, pois dessa forma terá energia para realizar as tarefas durante o dia.
  • Escolher comidas que são fáceis de serem preparadas. Assim, o doente não gastará toda a sua energia preparando a refeição.

5-COPD-Myths-That-Can-Make-You-Sicker-722x406

  • Se o doente precisar de fazer tratamento em casa com Oxigénio, deve usar a cânula nasal durante a refeição. Comer e digerir os alimentos requer energia, ou seja, mais consumo de oxigénio na produção de energia.
  • O doente deve discutir com o seu médico e nutricionista se tiver alguma restrição na dieta.
%d bloggers like this: